Um Interlúdio: A Morte e a Donzela
 | 

Um Interlúdio: A Morte e a Donzela

O Festival Teatro em Movimento foi até o OI FUTURO Flamengo, no Rio de Janeiro, com três espetáculos mineiros. As peças fazem parte da programação do festival que é uma das mais importantes iniciativas de fomento às artes cênicas de Minas Gerais, pela primeira vez no Rio de Janeiro.

Um Interlúdio: A Morte e a Donzela

O espetáculo é livremente inspirado no texto dramatúrgico de Ariel Dorfman e no roteiro do filme de Roman Polanski. Ambientada em algum país latino-americano, pouco depois do fim de uma ditadura militar, a montagem propõe uma reflexão sobre a restrição da liberdade individual e suas consequências e também sobre a fragilidade do homem diante do aparato do Estado.  Dirigidos por Wilson Oliveira, os atores Cristiane Antuña, Gustavo Werneck e Nivaldo Pedrosa fazem de “Um Interlúdio: A Morte e a Donzela” um intrigante suspense psicológico. A trama gira em torno de uma mulher que acredita ter reencontrado, após 15 anos,  o homem que a torturou. O espetáculo faz uma reflexão sobre um dos temas mais importantes da atualidade: as violações dos direitos humanos.

 | 

Um Interlúdio: A Morte e a Donzela


Data
11 e 12 de julho às 20h
Classificação
16 anos
Duração
90 minutos
Ingressos
R$30,00 (inteira) e R$15,00 (meia entrada)
Direção
Wilson Oliveira
Realização
Patrocínio
Promoção Cultural
Apoio
Hotel Oficial
Produção